terça-feira, 1 de maio de 2018

isso e a deforma trabalhista



 Depois da deforma trabalhista e isso que temos a comemorar isso e geração de emprego E no 1º  ? Mais de cinco mil pessoas passaram horas em uma fila em busca de emprego nesta terça-feira (3), em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Algumas, estavam lá desde segunda-feira, somando 28 horas de espera.



Ao todo, são 850 vagas de emprego oferecidas pela Universidade Castelo Branco, em Realengo, cuja média salarial é de R$ 1.260. Com tanta gente, a relação era de seis candidatos para cada vaga.
O primeiro da fila chegou no portão da universidade às 5h de segunda-feira (2) para tentar uma oportunidade de emprego. "Uma hora dessa eu estou esgotado, doido para ir embora, mas ainda tem que entrar para fazer a inscriçãozinha, né?", afirmou Adilson.
Há vagas disponíveis para diversos cargos como auxiliar de serviços gerais, vigilante patrimonial, auxiliar de loja e consultor de vendas, por exemplo.
Outro fator que atrapalha os candidatos é a chuva que atinge a cidade desde a noite desta segunda. "Muito horrível, choveu muito, mas a nossa esperança é sair daqui com uma vaga de emprego", afirmou o segundo candidato da fila que está desempregado há um ano e meio.
Nem o tempo de espera e nem a distância até o local de inscrição para as vagas desanimaram os candidatos que continuam em busca de um emprego. "Vim de Nova Iguaçu, lá da Baixada, estou aqui desde ontem, tenho bastante profissão na carteira, tá muito dificil conseguir um emprego", disse Rosevaldo.
Em sua primeira edição, o projeto "Castelo Dá Trabalho" conta com diversos profissionais de recursos humanos para entrevistar candidatos de diversos níveis de escolaridade, mediante distribuição de senhas que ocorrerá entre 9h às 11h, no local.
O evento conta também com vagas para Jovem Aprendiz (idades entre 16 e 24 anos), e Pessoas com Deficiência (PDCs). Para participar dos processos de seleção os interessados devem levar no dia documentos pessoais, carteira de trabalho e currículo atualizado.
Fonte https://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/mais-de-5-mil-pessoas-fazem-fila-no-rio-em-busca-de-emprego.ghtml

quinta-feira, 5 de abril de 2018

TRT-RN: Acordo com Supermercado garante pagamento de mais de 1 milhão para trabalhadores





MARQUINHO 

PRESIDENTE DO SINDSUPER,RN


TRT-RN: Acordo com Supermercado garante pagamento de mais de 1 milhão para trabalhadores

Em uma audiência presidida pelo juiz Alisson Almeida de Lucena no Centro Judiciário de Solução de Conflito e Cidadania de Natal, na manhã desta terça-feira (3), o Supermercado Boa Esperança Ltda. fechou acordo para pagar R$ 1.113.138,90 aos 128 empregados demitidos sem verbas rescisórias.
Destes 128 profissionais, 52 foram reaproveitados e 76 não quiseram trabalhar para a nova empresa. Contudo, o total dos empregados não recebeu as verbas devidas com o desligamento.

Ficou definido, portanto, que o Supermercado Boa Esperança vai cumprir com o pagamento das verbas trabalhistas não quitadas, com a liberação de FGTS e do seguro desemprego dos 128 profissionais demitidos, além dos honorários sindicais devidos.

O processo de autoria do Sindicato dos Empregados em Supermercados e Similares no Estado do Rio Grande do Norte é originário da 2ª Vara do Trabalho de Natal.

A assinatura do acordo é resultado de uma negociação entre as partes, com mediação do Cejusc-Natal, que foi iniciada na segunda-feira (2).

Os trabalhadores começarão a receber os pagamentos a partir desta quarta-feira (4).
Fonte: Ascom - TRT/21ª Região